Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Blog Sudeste / Observatório de Reciclagem prepara expansão nacional

Observatório de Reciclagem prepara expansão nacional

por Antônio Coquito / Insea — publicado 02/02/2018 11h35, última modificação 02/02/2018 11h35
A iniciativa tem o apoio da Ancat e do MNCR
Observatório de Reciclagem prepara expansão nacional

Foto: Antônio Coquito

Com o objetivo de ampliar presença e atuação  para a solução dos problemas do lixo urbano e contribuir no destino correto e gestão de resíduos com foco no apoio aos catadores e na defesa e promoção da coleta seletiva no Brasil, entidades integrantes da coordenação do Observatório da Reciclagem Inclusiva e Solidária (ORIS) estiveram reunidas na manhã desta segunda-feira (29).  A pauta central em discussão é disseminar a iniciativa do Observatório pelo país, atendendo aos encaminhamentos propostos durante a Expo Catadores 2017. A iniciativa tem o apoio da Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (Ancat).

No nível  nacional, o trabalho   do ORIS com instituições, catadores, pesquisadores e estudiosos articula uma rede a serviço e ação política  para o apoio aos empreendimentos de catadores. Os próximos passos do ORIS são de iniciar o diálogo  e  a parceria com o estados do Amazonas, Ceará, Espirito Santo, Rio Grande do Sul   e São Paulo.

 

REDE ORIS

O ORIS surgiu em 2011, em Minas Gerais, como um espaço de reflexão, sistematização e produção de conhecimento, formação e planejamento de ações de curto médio e longo prazo, sempre tomando como ponto de partida questões prementes que os catadores enfrentam para desenvolver, fortalecer  a reciclagem  solidária coimo alternativa tecnológica. Compõem o Observatório as entidades: Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (Ancat), Universidade Estadual de Campinas – através do Fluxus Laboratório, Fundação Avina,  Fundação Banco do Brasil, Instituto Nenuca de Desenvolvimento Sustentável (INSEA), Instituto Sustentar, Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), Movimento Nossa BH,   Parangolé, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – através dos Núcleos AlterAnativas e Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher,  ONG Internacional Mulheres em Emprego Informal: Globalização e Organização ( WIEGO).

 

Informações:

Fone: (31) 3295.7270

E-mail: insea@insea.org.br

 

Matéria produzida por  Antônio Coquito, jornalista e assessor e comunicação INSEA

 

registrado em:

Navegação